Capa

Artilharia pesada do SESC-RJ vence Corinthians-Guarulhos

Jogo aconteceu nesta sexta, 09/11, na Ponte Grande

10.11.2018  |  335 visualizações

 

São Paulo – A equipe alvinegra enfrenta uma batalha duríssima nas primeiras rodadas da Superliga, jogando contra as cinco principais equipes da competição, nas cinco primeiras rodadas - Fiat/Minas (MG), EMS Taubaté Funvic (SP), Sada Cruzeiro (MG) e SESC-RJ. 

O time do oposto Wallace, que atua também na Seleção Brasileira e foi campeão olímpico, venceu a partida por 3 sets a zero (25 X 20, 25 X 17, 25 X 18) e está em segundo colocado na competição. O Sada Cruzeiro lidera o campeonato com 11 pontos.

Para o técnico Gersinho, o time do Corinthians-Guarulhos precisa acertar alguns fundamentos e fez uma análise do jogo. Segundo ele, o time está sem Rivaldo, que ainda se recupera de uma lesão no ombro e deve retornar só no início de 2019. “Sem contar que jogamos contra os quatro times com maior orçamento de investimento na Superliga. Tenho certeza de que se jogássemos de igual para igual, o resultado seria diferente", explica o técnico que já pensa em novas estratégias para colocar em quadra contra o SESI-SP, dia 17/11, às 20h30, no Ginásio da Vila Leopoldina.

A observação de Gersinho tem fundamento. Quando as duas equipes arriscaram no saque, aumentaram o número de erros e colocaram os dois times sob pressão, mantendo as pontuações. O Corinthians-Guarulhos, que iniciou com Marcelinho, Gabriel, Riad, Sidão, Diogo, Fábio e o líbero Serginho, começou muito bem na recepção do 1º set. No decorrer da partida, o SESC-RJ recuperou a vantagem e venceu a partida por 25 a 20.  

No segundo set, a equipe carioca abriu o placar com 4 pontos de diferença. Mesmo com o incentivo da torcida e buscando igualar o placar, a equipe alvinegra acabou não conseguindo e perderam por 25 X 17.

O terceiro set começou mais equilibrado, errando menos e arriscando mais no saque, chegando a ficar à frente do time carioca por 10 X 9. A torcida foi ao delírio e o time sentiu-se ainda mais motivado. Mas o SESC-RJ reagiu e fechou a partida por 25 a 18.

Marcelinho recebe homenagem da Superliga

O levantador Marcelinho recebeu uma placa em homenagem por ser o atleta mais experiente na competição e por todos os serviços prestados ao voleibol. O jogador, que completou 44 anos nesta sexta-feira, 09/11, foi o terceiro de 25 homenageados que a Confederação Brasileira de Vôlei (CBV) escolheu para comemorar os 25 anos da Superliga Cimed.

“Eu agradeço muito a todos. Fico lisonjeado com a homenagem, foi uma surpresa e só tenho que agradecer à CBV pelo reconhecimento", disse Marcelinho.

As duas primeiras homenagens foram para Sérgio Maurício, narrador da SporTV que narrou as 25 edições da Superliga; e Peri, dirigente da CBV que criou o campeonato.

Informações para a imprensa

Claudia Alexandre - Diretora de Comunicação

Cris Molina - Assessoria de Imprensa - 11 99802-5857

 

 

 

Leia também...
12.03.2019

Jogo será contra o São Judas, sábado, 16 e o ingresso será um quilo de alimento não perecível

08.03.2019

Jogo será neste sábado, em Campinas

27.02.2019

Jogo será nesta quinta, em Itapetininga

20.02.2019

Jogo será transmitido pelo Canal Vôlei Brasil